Menu

Pastor é preso e vira réu por prometer cura a adolescentes que fizessem sexo com ele e seu 'anjo'

Um pastor evangélico de 31 anos foi preso e se tornou réu no processo no qual é acusado de estuprar quatro adolescentes que frequentavam a sua igreja na Zona Leste de São Paulo. Segundo a acusação feita pelo Ministério Público (MP), o religioso enganava os fiéis, oferecendo suposta "cura física e espiritual" àqueles que fizessem sexo com ele e o "anjo" que dizia incorporar. Preso há mais de um mês, Pedro Jorge dos Santos Teixeira, fundador da Igreja Apostólica dos Mistérios de Deus, em São Mateus, nega a acusação e alega ser inocente. Segundo a denúncia da Promotoria, feita a partir da investigação da Polícia Civil, os abusos foram cometidos entre 2014 até agosto deste ano, quando os adolescentes tinham entre 14 a 17 anos. O 49º Distrito Policial (DP), onde o caso foi registrado, apura se há mais vítimas. Duas meninas e dois meninos acusam Pedro de inventar a história do "anjo" e ainda ameaçá-los de morte para que mantivessem relações sexuais com ele. Contaram que o pastor fingia receber o anjo Camael e prometia uma troca: dizia que a entidade daria crescimento e realizações pessoais a eles se transassem com o apóstolo.

Um dos garotos que fizeram a denuncia gravou vídeo e o encaminhou ao G1 contando que foi abusado pelo líder religioso. “Pedro disse que o anjo Camel [Camael] orientou que eu mantivesse relações sexuais com ele para que essa minha mania pudesse ser extinguida”, fala um estudante de 17 anos, sobre o que o pastor teria lhe dito para acabar com um vício que tinha. Ele não quis revelar, porém, qual era o problema. “Ingênuo, fui com total confiança naquele homem e acabei caindo nessa enganação, nessa mentira dele. E os abusos aconteceram durante dois anos, dos meus 14 aos meus 16 anos”, continua o menor, que foi autorizado por sua responsável, a avó, a conversar com a reportagem. A condição era a de que o nome e rosto dele não fossem divulgados, respeitando o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça (TJ), a juíza Tatiane Moreira Lima, do SANCTVS (Setor de Violência Contra Infante, Idoso, Pessoa com Deficiência e Tráfico Interno de Pessoa), aceitou recentemente a denúncia do MP contra o pastor. A magistrada ainda converteu sua prisão temporária em preventiva para que ele fique detido até seu eventual julgamento. O pastor está por estupro, estupro de vulnerável e violação sexual mediante fraude. Atualmente ele está detido no Centro de Detenção Provisária (CDP) de Guarulhos, na Grande São Paulo.

Fonte: Portal G1

Conheça o livro que tem abalado o mundo religioso! Clique Aqui!

Participe de nossa enquete. Sua opinião é muito importante para nós! Clique Aqui e de seu voto.  

Leia mais ...

Descoberta confirma no Peru o maior sacrifício religioso de crianças

Arqueólogos descobriram restos mortais de 50 crianças que foram mortas em ritual religioso da cultura chimú, na costa norte do Peru. A descoberta ocorreu no setor Pampa La Cruz, em Huanchaco, na cidade de Trujillo. Trata-se de um local perto de outros vestígios de 140 crianças, além de adultos, cuja localização em 2016 está a 700 km ao norte de Lima. Em ambos os sítios arqueológicos os sacrifícios apresentam o mesmo padrão: um corte no esterno e costelas abertas. Os ossos das duas descobertas são tantos, que ainda não foi possível saber com exatidão o número de crianças mortas em rituais naquela região, entre 1400 e 1450. Mas se trata da maior assassinato de crianças por motivos religiosos já descoberto até agora na história da humanidade, de acordo com o arqueólogo Gabriel Prieto. Os chimús adoravam deuses, e um deles era a Lua. Interpretavam fenômenos naturais, como tremores do solo, como fúria das divindades. Matavam crianças e animais para acalmá-las. Essa civilização foi dizimada pelos incas, que depois teriam um encontro fatal com os espanhóis.

Fonte: National Geographic

Conheça o livro que tem abalado o mundo religioso! Clique Aqui!

Participe de nossa enquete. Sua opinião é muito importante para nós! Clique Aqui e de seu voto.

Leia mais ...

Oregon condena por homicídio casal que tentou curar bebê com orações

A Justiça de Oregon (EUA) anunciou a pena condenatória para Travis e Sarah Mitchell (fotos acima) por deixarem um de seus bebês gêmeos prematuros morrer, sem que o levassem a um hospital por acreditaram no poder de cura da oração. Eles terão de ficar presos por 6,5 anos por homicídio por negligência e maus tratos a criança. A pena não foi maior porque os dois se declararam culpados. Travis e Sarah são fiéis da Igreja Seguidores de Cristo, uma religião fundamentalista que rejeita a medicina em favor das orações. Sarah deu à luz aos gêmeos no dia 5 de março de 2017 em sua casa, com a assistência de três parteiras da Igreja. Gennifer, o bebê que morreu, nasceu com problemas respiratórios. Se tivesse sido levado a um hospital, se salvaria. Sarah tem uma irmã, Shannon Hickman, que cumpre pena porque tentou curar seu filho com orações, e ele morreu. Há outros casos de morte de filhos de seguidores da igreja que ocorreram nas últimas décadas. Ao reconhecerem a culpa, os Mitchells fizeram uma recomendação inesperada, que “todos da igreja devem procurar atendimento médico adequado para seus filhos”.

Fonte: The Washington Post

Conheça o livro que tem abalado o mundo religioso! Clique Aqui!

Participe de nossa enquete. Sua opinião é muito importante para nós! Clique Aqui e de seu voto.

Leia mais ...

Danton Mello diz não precisar de religião para praticar o bem

"Sou ateu. Não preciso de religião nenhuma para praticar o bem. Não é nenhuma religião que vai ditar meus valores morais", disse ao ser questionado sobre o acidente de helicóptero que sofreu em 1998 em Roraima. Ele afirma que o acidente "foi puro acaso, sorte, foi forte". Danton afirma que nunca mais andou de helicóptero. "No início, foi por respeito à Laura [Malin, sua mulher na época], que pediu para eu não ir. Mas não tenho medo de voar. Pego avião toda semana", contou.

O ator afirma ter um bom relacionamento com sua ex-mulher, com quem tem duas filhas. "Hoje, eu ainda penso que se a gente tivesse tentado mais um pouquinho [lidar com os atritos], talvez a gente tivesse conseguido ficar junto." Danton também, falou sobre a solteirice. "Passei por um período esquisito. Eu me vi sozinho aos 30 anos [ele estava com Laura desde os 17]. Foi estranho. Mas hoje consigo ficar muito bem sozinho. Solteiro é quem procura outra pessoa. E eu não estou à procura de ninguém", disse.

Aos 35 anos, o ator afirma não ter problemas com as constantes comparações que fazem entre ele e o irmão, o também ator Selton Mello. "Todo mundo compara. Mas essa diferença na carreira aconteceu naturalmente. Ele abriu mão de ter muita coisa em televisão para se dedicar ao cinema. Eu não abro mão de TV nem de teatro para fazer cinema. Se surge um convite para um trabalho de três meses no Nordeste, eu não vou. Nem que seja com o melhor diretor do mundo. Não vou ficar três meses longe das minhas filhas", afirmou.

Fonte: Quem Acontece

Conheça o livro que tem abalado o mundo religioso! Clique Aqui!

Participe de nossa enquete. Sua opinião é muito importante para nós! Clique Aqui e de seu voto.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS