Menu

Ateus têm melhor vida sexual que religiosos, revela pesquisa

Pesquisa da Universidade do Kansas (EUA) feita com 14.500 pessoas revelou que os ateus têm melhor vida sexual que os religiosos. Uns e outros reconheceram as mesmas práticas, como masturbação, sexo oral e uso de pornografia como estímulo. Mas os religiosos não obtêm a mesma vivência prazerosa por causa da culpa que têm durante o sexo, sentimento que se estende pelos dias seguintes. Os psicólogos Darrel Ray e Amanda Brown, os responsáveis pela pesquisa “Sexo e Secularismo”, informaram que, para garantir uma avaliação com baixo índice de distorção, foram selecionadas pessoas que mantêm a mesma frequência semanal de sexo. Em uma escala de 0 a 10, os mórmons apresentaram a maior pontuação de culpa, com 8,19, seguidos por Testemunhas de Jeová, evangélicos pentecostais, adventistas do Sétimo Dia e batistas, nessa ordem. Os católicos tiveram pontuação de 6,34 os luteranos, 5,88. Os ateus apresentaram o mais baixo índice de culpa sexual, 4,71. Os agnósticos ficaram perto, com 4,81. Do total das pessoas que cresceram em lares de forte religiosidade, 22,5% sentem vergonha quando se masturbam. Em relação a quem é de família menos religiosa, o índice é de 5,5%. A pesquisa também apurou que quem deixou de lado a religião e se tornou ateu teve uma melhora significativa na satisfação sexual. Ray disse que ficou surpreso com esse resultado, porque acreditava que as pessoas nunca se livrariam completamente da repressão religiosa.

Fonte: Paulopes

Conheça o livro que tem abalado o mundo religioso! Clique Aqui!

Participe de nossa enquete. Sua opinião é muito importante para nós! Clique Aqui e de seu voto.

Leia mais ...

Ateia, Malu Mader afirma ter inveja de que tem fé

Em uma entrevista concedida em 2005 para o "Fantástico", a atriz Malu Mader (foto) disse que tinha agradecido a Deus após ter sido submetida a uma cirurgia que extraiu um cisto benigno do cérebro. Mas explicou que o agradecimento não foi em nome dela, mas de sua mãe, que é católica devota. Em fevereiro de 2002, ao falar para a revista Marie Claire, Malu admitiu não acreditar que “alguém tenha criado tudo, que está nos olhando” [o tempo todo]. “Falo ‘graças a Deus’, ‘vai com Deus’, como uma maneira de desejar o bem”. “Até invejo quem tem fé. Se eu soubesse que existe alguma coisa depois da morte, estaria ótima.” Antes, quando estava no hospital, teria dito que não acredita em Deus e foi criticada por fãs na internet. Supostos evangélicos escreveram que ia oram para que ele passasse a ter fé.

Atriz de sucesso em telenovelas globais e no cinema, Malu de Lourdes da Silveira Mader — o nome oficial de Malu — nasceu no dia 12 de setembro de 1966. Casou-se em 1990 com o músico da banda Titã e escritor Tony Bellotto (também ateu), com o qual tem dois filhos. Ela participou de novelas, minisséries e séries como "Corpo a Corpo" (1984); versão original de "Tititi" (1985); "O Outro" (1987); "Fera Radical" (1988); "Top Model" (1989); "O Dono do Mundo" (1991); "Anos Rebeldes" (1992); "Mapa da Mina" (1993); "A Comédia da Vida Privada" (1994); "A Vida Como Ela É" (1996), de Nelson Rodrigues; "A Justiceira" (1997); "Labirinto" (1998); "Força de um Desejo" (1999); "Celebridade" (2003); "Eterna Magia" (2007); remake de "Tititi" (2010). No cinema, atuou no "A Espera" (1985), "Rock Estrela" (1986); "Feliz Ano Velho" (1987); "Bellini e a Esfinge" (2001); "O Invasor" (2002); "Sexo, Amor e Traição" (2004); "Brasília 18%" (2006); "Podescrer" (2006); "A Casa da Mãe Joana" (2007); "Sexo com Amor?" (2007); "Se não fosse o Onofre" (2008).

Fonte: Paulopes

Conheça o livro que tem abalado o mundo religioso! Clique Aqui!

Participe de nossa enquete. Sua opinião é muito importante para nós! Clique Aqui e de seu voto.

Leia mais ...

Danton Mello diz não precisar de religião para praticar o bem

"Sou ateu. Não preciso de religião nenhuma para praticar o bem. Não é nenhuma religião que vai ditar meus valores morais", disse ao ser questionado sobre o acidente de helicóptero que sofreu em 1998 em Roraima. Ele afirma que o acidente "foi puro acaso, sorte, foi forte". Danton afirma que nunca mais andou de helicóptero. "No início, foi por respeito à Laura [Malin, sua mulher na época], que pediu para eu não ir. Mas não tenho medo de voar. Pego avião toda semana", contou.

O ator afirma ter um bom relacionamento com sua ex-mulher, com quem tem duas filhas. "Hoje, eu ainda penso que se a gente tivesse tentado mais um pouquinho [lidar com os atritos], talvez a gente tivesse conseguido ficar junto." Danton também, falou sobre a solteirice. "Passei por um período esquisito. Eu me vi sozinho aos 30 anos [ele estava com Laura desde os 17]. Foi estranho. Mas hoje consigo ficar muito bem sozinho. Solteiro é quem procura outra pessoa. E eu não estou à procura de ninguém", disse.

Aos 35 anos, o ator afirma não ter problemas com as constantes comparações que fazem entre ele e o irmão, o também ator Selton Mello. "Todo mundo compara. Mas essa diferença na carreira aconteceu naturalmente. Ele abriu mão de ter muita coisa em televisão para se dedicar ao cinema. Eu não abro mão de TV nem de teatro para fazer cinema. Se surge um convite para um trabalho de três meses no Nordeste, eu não vou. Nem que seja com o melhor diretor do mundo. Não vou ficar três meses longe das minhas filhas", afirmou.

Fonte: Quem Acontece

Conheça o livro que tem abalado o mundo religioso! Clique Aqui!

Participe de nossa enquete. Sua opinião é muito importante para nós! Clique Aqui e de seu voto.

Leia mais ...

Igrejas católicas no Canadá viram academia, palco de shows e até spa

Durante gerações, os membros da paróquia sussurraram seus pecados nos confessionários da igreja católica Notre-Dame-du-Perpétuel-Secours. Mas, num dia recente, o comediante Sugar Sammy foi filmado dentro de um desses confessionários, a mais recente celebridade a participar do talk show “Y’a du monde à messe", ou “A igreja está lotada".

“Gravei um vídeo pornográfico para ganhar fama, pois pensei que esse fosse o caminho para a glória", disse Sammy, fingindo seriedade enquanto a câmera se aproximava do seu rosto, visto por trás do véu de madeira. “Não deu certo, pois ninguém assistiu.”

O espaço, antes sagrado, foi reinventado como o Théâtre Paradoxe a um custo de quase 3 milhões de dólares. O lugar recebe agora eventos como shows de bandas cover do Led Zeppelin, aulas de Zumba e festas fetichistas, além do programa de entrevistas do qual Sammy participou.

Ainda que a antiga igreja tenha recebido recentemente uma festa do crucifixo no dia das bruxas, com dançarinas em trajes sumários diante de uma cruz, o diretor do teatro, o católico Gérald St-Georges, sublinhou que a função do espaço ainda é sagrada. Ali, ex-viciados e pessoas que não completaram o ensino médio aprendem habilidades técnicas cenográficas que lhes permitem entrar no mercado de trabalho. Ele disse, “Continuamos fiéis à missão da igreja, que é servir à comunidade".

A transformação radical reflete o declínio da Igreja Católica numa província canadense onde 95% da população frequentava a missa nos anos 1950, mas apenas 5% o fazem hoje. A queda, somada ao aumento vertiginoso dos custos de manutenção, levou arquitetos, grupos de defesa do patrimônio e a própria igreja a pensar de maneira criativa para a conservação de edifícios históricos. Pelo menos 547 igrejas de Quebec foram fechadas, vendidas ou transformadas.

O arcebispo de Montreal, Christian Lépine, disse, “É triste quando uma igreja é fechada ou transformada, mas temos que aceitar a realidade". Depois que uma igreja é escolhida para conversão, os restos humanos eventualmente sepultados nela são transferidos para um cemitério católico. Muitos arquitetos procuram manter alguns detalhes como homenagem à herança religiosa do edifício.

Depois que a igreja local de Sainte-Élizabeth-de-Warwick, cidade no centro de Quebec com população de 400 habitantes, foi transformada numa empresa de queijos alguns anos atrás, os novos proprietários decidiram manter uma pequena capela para atender à comunidade. Mas alguns moradores se recusam a participar de uma missa de domingo numa igreja cuja antiga nave é agora ocupada por queijos em processo de cura.

Jean Morin, proprietário da La Fromagerie du Presbytere - que comprou a igreja por 1 dólar, investiu 1,2 milhão de dólares na sua reforma e, depois disso, ganhou o grande prêmio dos queijos canadenses -, disse que a transformação salvou o edifício para as gerações futuras.

Na academia de ginástica Saint Jude, no bairro de Plateau-Mont-Royal, em Montreal, os sócios desfrutam de uma banheira quente externa. O redator de publicidade Olivier Pratte, 31 anos, destacou que embora sua avó fosse religiosa, seus pais e sua geração não o eram.

“Minha avó fica feliz sabendo que passo algum tempo na igreja", disse ele, “ainda que eu esteja exercitando os músculos, e não a espiritualidade".

Fonte: Estadão

Conheça o livro que tem abalado o mundo religioso! Clique Aqui!

Participe de nossa enquete. Sua opinião é muito importante para nós! Clique Aqui e de seu voto.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS