Menu

Edir Macedo admite que oração não serve para nada

O bispo Edir Macedo escreveu em seu blog: “Não me lembro de ter alcançado uma só vitória na base da oração ou do jejum”. Ele reconheceu que a comunicação com Deus é fundamental, mas ela tem de ser acompanhada por “atitudes aparentemente loucas” que contenham a “convicção do Espírito de Deus”. 

Macedo afirmou que, nos 40 anos da Igreja Universal, aprendeu que o segredo do êxito é o "sacrifício", mas “exercitando a fé inteligente”. Esse é um dos trechos controversos do texto, porque, para ter fé, não é preciso inteligência.

De qualquer forma, o texto vale pelas conclusões que sugere, como a de que Macedo, em um lapso de franqueza e a seu modo, reconheceu que o que faz a diferença são as atitudes, e não as ladainhas. Pode-se concluir, ainda, que o dono da Universal admitiu, por linhas tortas, que ele é um espertalhão que se enriqueceu com a pregação de que as pessoas podem resolver seus problemas com orações.

Fonte: Blog de Edir Macedo

Conheça o livro que tem abalado o mundo religioso! Clique Aqui!

Participe de nossa enquete. Sua opinião é muito importante para nós! Clique Aqui e de seu voto.

Leia mais ...

Marcelinho dá R$ 86 mil à Igreja Universal em troca de um milagre

O ex-jogador Marcelinho Carioca (foto), 39, disse ter conseguido o milagre do cancelamento de uma dívida de R$ 7 milhões com o Corinthians graças ao cheque de R$ 86 mil que deu à Igreja Universal como oferta. Em um vídeo apresentado na TV da Universal, com apresentação do bispo Edir Macedo, Marcelinho contou que o seu pai tentou impedi-lo de fazer a doação durante o ritual conhecido por Fogueira Santa. “Você está maluco”, teria dito o pai.  Marcelino disse que não se arrependeu porque, três meses depois, além de a dívida ter sido perdoada, ele assinou um contrato com o Corinthians. Quando saiu do time, após sete meses, recebeu R$ 2 milhões em direitos trabalhistas. Tudo isso, segundo ele, se deve à intercessão da Igreja Universal. O ex-jogador afirmou que estava enganado quando dizia que os pastores são “malandros que só querem saber de dinheiro”.  Na gravação, ele não fala sobre o trabalho dos negociadores que lhe representaram nas conversações com o Corinthians nem sobre a atuação da Justiça do Trabalho. 

Fonte: Paulopes

 

Conheça o livro que tem abalado o mundo religioso! Clique Aqui!

Participe de nossa enquete. Sua opinião é muito importante para nós! Clique Aqui e de seu voto

Leia mais ...
Assinar este feed RSS